shadow

Como você já sabe, ter o seu próprio negócio é uma excelente opção por vários motivos. Em primeiro lugar, porque ele pode ser a chave para conquistar a tão sonhada liberdade financeira.

Além disso, assim como eu tinha, talvez você também tenha o desejo de trabalhar em casa. E, dessa forma, poder cuidar da educação e acompanhar o crescimento dos seus filhos.

Tudo isso somado à liberdade para fazer seus próprios horários e poder trabalhar de qualquer lugar.

Com todos esses benefícios, não é a toa que a cada ano que passa, apesar dos riscos e mesmo com a crise, mais e mais pessoas decidem criar o próprio negócio.

Assim como eu, acredito que se você chegou até esse blog, você também já é ou está pensando em se tornar uma empreendedora digital. Não é mesmo?

Você já deve saber que começar o próprio negócio não é fácil! Sobretudo, para quem não tem nenhuma experiência no assunto e nunca fez nada parecido.

Apesar disso, saiba que vale muito a pena! E, desde que você tenha os conhecimentos e informações corretas, tudo fica muito mais simples!

E, como sempre, para te ajudar nessa jornada tão importante, no artigo de hoje, eu decidi falar sobre um tema muito importante para nós, que somos empreendedoras. E um tema que não é muito explorado. E, por isso, fica difícil saber como fazer tudo na prática.

Nesse artigo você vai aprender tudo o que precisa sobre como fazer planejamento financeiro do seu negócio. Vamos lá?

Por que saber como fazer planejamento financeiro é tão importante?

planejamento-financeiro-pessoal

Como fazer planejamento financeiro é muito importante porque ele te ajuda saber como lidar com os gastos do seu novo negócio.

Além disso, ter um planejamento te permite usar melhor os recursos que você tem. Investindo o seu dinheiro da melhor forma possível e com muito mais segurança de que você terá retorno financeiro.

Em que momento devo fazer planejamento financeiro?

Outra dúvida que muitas pessoas têm é a seguinte: qual é o momento certo para fazer um planejamento financeiro.

Bom, se você ainda vai começar o seu negócio, esse é o momento ideal. Pois fazer um planejamento nesse momento vai te ajudar a tomar as decisões certas desde o começo.

Apesar disso, muitas pessoas começam o próprio negócio sem fazer um planejamento. Se esse é o seu caso, saiba que mesmo assim, você também deve fazê-lo.

Porque dessa forma, você pode analisar o que já está fazendo e o que pode ser melhorado na forma como você tem utilizado os seus recursos financeiros. Dessa forma, diminuindo os gastos e aumento o lucro.

Como fazer planejamento financeiro passo a passo

Veja abaixo o passo a passo para criar o planejamento financeiro do seu negócio antes de tirá-lo do papel.

  1. Escolhendo um modelo de negócio

O primeiro passo para fazer o planejamento é saber que modelo de negócio você irá adotar.

Isso porque o planejamento para alguém que vai trabalhar com um e-commerce, por exemplo, é completamente diferente de alguém que vai trabalhar como afiliada de produtos digitais.

Por isso, o primeiro passo é definir um modelo de negócio. Alguns dos principais modelos de negócio digital atualmente são:

Esses são apenas alguns modelos, mas é claro que existem muito mais oportunidades na internet. E que, com certeza, você pode encontrar alguma que seja a sua cara.

Aqui no blog eu tenho diversos textos que falam sobre alguns desses modelos. E se você ainda não sabe qual deles escolher, te aconselho a dar uma olhada nesses textos e encontrar algo que realmente te interesse.

  1. Definindo os gastos necessários

Depois disso, é hora de anotar, num papel ou planilha, todos os gastos que você precisará para começar.

Se você ainda não sabe ao certo quais são os gastos necessários para começar a trabalhar com o modelo de negócio que você escolheu, é importante pesquisar.

Como você já sabe, a internet é cheia de oportunidades. Portanto, mesmo com determinado modelo de negócio, os gastos podem ser bastante variáveis.

No caso de você decidir que vai abrir um e-commerce, por exemplo, existem várias maneiras de se fazer isso.

Você pode pedir a um profissional para criar o site que vai abrigar a sua loja virtual, por exemplo. Ou você pode também pagar uma plataforma, como o Box Loja ou o Nuvem Shop.

Essas plataformas permitem que você mesma crie a sua própria loja virtual, mesmo que não tenha conhecimento de como criar um site. Pois elas oferecem modelos prontos que podem ser customizados, dispensando a necessidade de um programador.

Já para quem vai trabalhar com importação, também existem várias opções. Você pode criar a sua própria loja virtual ou pode vender no Mercado Livre. Os gastos dessas duas opções são muito diferentes!

Ao criar uma loja virtual você terá diversos gastos, que não terá com o Mercado Livre. Apesar disso, o Mercado Livre, não é uma opção tão profissional quanto ter a sua própria loja.

Portanto, como você pode perceber, os gastos necessários podem variar, de acordo com o modelo de negócio escolhido e como você pretende trabalhar com ele.

Por isso, procure pesquisar e descobrir quais são suas alternativas. E, daí então, pegue papel e caneta e anote uma média de todos os gastos que você terá num primeiro momento, para tirar o seu negócio do papel.

Aqui, a ideia é anotar apenas os gastos que são estritamente necessários. Deixando de lado aqueles gastos opcionais, do que falarei mais para frente.

  1. Saiba quanto você tem para investir

Num cenário ideal, depois de você saber os gastos necessários, você simplesmente investiria esse dinheiro e tiraria o seu negócio do papel.

Apesar disso, sabemos que nem sempre é assim! Porque, muitas vezes, queremos começar um negócio, mas nossos recursos financeiros são limitados.

E como o meu objetivo com esse blog é o de ajudar toda mulher que tenha o interesse em começar o seu próprio negócio, decidi considerar esse aspecto aqui também.

Para isso, procure anotar quanto você tem para investir nesse momento. Além disso, procure pensar também no quanto você pode investir por mês.

Muitas vezes, apertando um pouquinho as despesas mensais, descobrimos que é possível investir um pouco todos os meses. E, a boa notícia é que, no marketing digital, com R$ 100,00 por mês já consegue fazer algumas coisas.

Ter isso em mente irá te ajudar a planejar o seu negócio, como um todo, da melhor forma possível.

Você saberá se os recursos que você tem agora são suficientes para o que você quer fazer. Do contrário, você saberá que será preciso guardar um pouco de dinheiro por alguns meses ou mesmo fazer um pouquinho por mês.

Muitas pessoas começam o próprio negócio sem o planejamento financeiroe, no meio do caminho, por falta de recursos, acabam comprometendo o desenvolvimento do projeto.

O que pode ser ruim para os resultados e desmotivador para você. Por isso, ter consciência de quanto você tem disponível é tão importante.

  1. Gastos adicionais

No segundo passo eu falei da importância de se saber todos os gastos iniciais necessários. No terceiro, de saber quanto capital você tem disponível para começar.

Agora quero falar sobre aqueles gastos que não são necessários, mas que podem te ajudar a fazer com que o seu negócio cresça rapidamente.

Isso inclui gastos com estratégias de marketing digital e até mesmo com cursos que podem te ajudar na criação do seu negócio.

Muitas vezes, se você não tem muita noção do modelo de negócio que irá adotar. Fazer um bom curso é muito importante. Pois você terá uma visão muito mais ampla do que precisa fazer e de como fazer para alcançar os resultados esperados.

Ter tudo isso em mente antes de começar te ajuda a saber qual a melhor forma de investir o seu dinheiro. Tanto na hora de tirar o projeto do papel, quanto ao longo dos meses seguintes.

  1. Projete cenários

Nesse momento, antes de começar o seu próprio negócio, é impossível saber quais serão os resultados que você irá obter.

Apesar disso, você pode projetar diferentes cenários. Uma boa opção é projetar três diferentes cenários: um pessimista, um otimista e um realista.

Dessa forma, qualquer que seja o resultado obtido nos primeiros meses, você estará preparada e saberá o que fazer nos três casos.

Na hora de criar o seu próprio negócio, é bem provável que mais da metade do que você fez não saia exatamente como o planejado.

Por isso, estar preparado se as coisas não derem certo no começo e estar preparado para continuar tentando, faz toda a diferença!

Muitos empreendedores acabam desistindo do projeto antes mesmo de ter os primeiros resultados. Isso acontece porque eles acham que como aqueles primeiros passos não deram certo, os próximos também não irão funcionar.

No entanto, para ser uma empreendedora digital bem sucedida é preciso ser resiliente. Entender que cada vez que algo não deu certo, basta analisar o que pode ser melhorado e tentar de novo. Isso é o que faz toda a diferença nos negócios que funcionam a longo prazo!

  1. Defina metas e trace caminhos

O próximo passo é definir metas para alcançar os melhores resultados possíveis. Procure entender o que você pode e o que você precisa fazer para chegar lá.

Por exemplo, se um blog é o centro da estrutura do seu negócio, como é o caso de quem trabalha com os programas de afiliados. Um dos pontos essenciais é a geração de tráfego.

Isso é o ponto de partida para que você consiga trabalhar com os clientes em potencial até a venda.

Portanto, se você está começando, você pode definir uma meta como: atingir 1.000 visualizações em um mês. E, depois disso, é claro, você deve pensar em como você fará isso, quais estratégias deverão ser utilizadas. E, é claro, se será preciso um investimento financeiro para isso.

Nesse caso específico, da geração de tráfego, a utilização dos links patrocinados é uma das formas mais eficazes e rápidas.

Note que esta não é uma estratégia necessária, mas ela pode te ajudar a trazer resultados mais rápidos. Sendo assim, é uma boa opção se você tem recursos financeiros disponíveis no momento.

Também é importante perceber que isso não precisa ser feito no momento em que você está começando o seu negócio. Isso é algo que pode ser feito depois de alguns meses.

Hoje, para ter um negócio digital bem sucedido é preciso conhecer o marketing digital. Entender como e para que funciona cada uma de suas estratégias. E, acima de tudo, buscar entender qual o momento certo de utilizar cada uma delas.

E, é justamente, por isso que ter todos os dados que citei acima em mãos é tão importante. Você pode planejar, por exemplo, no que vai investir nos próximos 6 meses. Investindo de forma inteligente, numa coisa de cada vez.

Sendo assim, procure criar um cronograma dos seus investimentos. Isso é excelente tanto para a saúde do seu negócio, quanto para que você não gaste dinheiro à toa. Ao investir em estratégias no momento errado.

  1. Refazer o planejamento de tempos em tempos

Depois de seguir todos os passos acima e criar um planejamento financeiro do seu negócio. Você já terá em mãos tudo o que precisa para garantir que você não terá preocupações desnecessárias no meio do caminho.

No entanto, não acaba por aí! Depois que seu negócio já estiver funcionando, de tempos em tempos, também é importante refazer o seu planejamento.

Nesse momento, com o objetivo de descobrir se o dinheiro que você está investindo está gerando os melhores resultados possíveis.

Isso porque, muitas vezes, precisamos de alguns meses para conseguir avaliar algumas estratégias de marketing.

Sendo assim, uma ou duas vezes por ano, refaça o seu planejamento financeiro. Procure encontrar estratégias que te dão pouco retorno. Veja se elas podem ser melhoradas, ou até mesmo substituídas por outras estratégias mais lucrativas.

Dica extra: reinvestindo os lucros

controle-financeiro

Por último, queria deixar aqui uma dica extra para você. Muitos empreendedores iniciantes ficam tão animados quando o lucro começa a aparecer que eles acabam gastando todo esse dinheiro.

O ideal é que nos primeiros meses, você reinvista boa parte do lucro do seu negócio. Seja em estratégias de marketing digital, em novos produtos (se você vai trabalhar com produtos físicos) e até mesmo em cursos de formação.

Tudo isso te ajuda a garantir que seu negócio funcionará bem a longo prazo. O que é muito importante e que muitas pessoas que estão começando se esquecem de pensar.

Espero que você tenha gostado desse artigo! E se você gostou, compartilhe-o nas redes sociais. Dessa forma, você ajuda as suas amigas que também sonham em se tornar empreendedoras.

Publicidade

shadow


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.