shadow

Segundo censo realizado pela OAB em 2016, até aquele ano o número de advogados no Brasil ultrapassa a marca de 1 milhão, isso em 2016, atualmente esse número tem crescido de forma exponencial.

Diante de tantos profissionais, é comum que as pessoas tenham dúvidas no momento de escolher o mais indicado para sua causa. Uma das áreas de maior movimento do direito é a trabalhista.

O advogado trabalhista precisa estar sempre atentos às modificações nas leis e regras que regem as diferentes categorias, para que possa ter altos índices de vitórias nos tribunais.

Com base nessa dúvida presente, que é a escolha pelo melhor advogado trabalhista, elaboramos um guia que te ajudará a definir o nível do profissional em questão. Confira!

Pesquisa online

Muitos advogados possuem um site onde apresentam suas experiências, diferenciais e informações gerais, além disso é importante pesquisar sobre casos anteriores disponíveis em uma simples busca pelo Google.

Prefira os escritórios de advocacia

Os escritórios de advocacia contam com profissionais de nível elevado e especializados em diferentes áreas. Ao buscar um escritório especializado, o seu caso poderá ser analisado de diferentes ângulos e até mesmo identificar pontos que poderiam passar despercebidos por um único profissional.

Além disso, a segurança e confiabilidade em uma conclusão positiva é maior quando opta por um escritório que possua credibilidade e boa reputação no mercado, assim como anos de atuação significativos na área.

Existem escritórios que possuem advogados de diferentes áreas como informado anteriormente, assim como existem aqueles que se especializam em uma única área como a trabalhista por exemplo.

A quantidade de advogados no escritório também diz muito sobre a estrutura e porte em que o estabelecimento se encaixa.

Atenção aos honorários

É claro que o valor cobrado pelo advogado trabalhista contará em sua decisão, mas veja bem, isso não pode defini-la, porque o valor pago ao profissional representa o valor pela qualidade do seu trabalho.

Desconfie de valores extremamente baixos, pois a qualidade do advogado também pode ser inferior.

Honestidade em primeiro lugar

Apesar deste ser um pré-requisito em qualquer profissão, ele se reforça quando falamos de advocacia, visto que este profissional jurou honrar a lei.

Normalmente os advogados que prometem céus e terras aos seus clientes, para arrancar o máximo de dinheiro do empregador sem razão aparente não são profissionais. Pense da seguinte maneira: Se não existe honestidade com o empregador, por que teria como você?

O advogado deve entender o caso e todo o ocorrido, para que possa orientar sobre o que é de direito ou não do trabalhador, nunca aceitar ou sugerir ações que de fato não ocorrerão apenas para benefício próprio.

Após a escolha do advogado

Após analisar esses pontos e escolher o advogado trabalhista que irá lhe representar, é importante iniciar uma relação de parceria e confiança, por isso colabore ao máximo, através de informações pertinentes, documentações solicitadas e tudo mais que possa comprovar e ajudar durante a ação trabalhista.

Mantenha contato constante e esteja atualizado quanto ao andamento da ação, e mostre-se a disposição para qualquer tipo de solicitação que este julgue necessário. Esse trabalho em equipe, ajudará a acelerar e finalizar o quanto antes a ação judicial.

Publicidade

shadow


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.