shadow

”A distância entre o saber e o fazer é de um oceano.” (Gilclér Regina)

Existe um provérbio japonês que diz: “Não preste atenção no que uma pessoa diz, mas sim no que ela faz”. É tempo de deixarmos os discursos de lado e procurarmos analisar nossos atos, nossas ações no dia-a-dia.
Pense em sua vida. Será que você se considera um talento ou um “tá lento?” Qualquer que seja sua área da atuação ou sua formação acadêmica, acredite, você pode se tornar um talento, investindo no seu maior e melhor patrimônio: você mesmo. O caminho? A EDUCAÇÃO.
Escrevo isso hoje, dia dos professores, nossos mestres. Lembro-me de ume entrevista recente da primeira ministra alemã Ângela Merkel, quando os médicos pediam equiparação salarial com os professores e ela respondeu: Mas quem foi que ensinou vocês, desde pequeninos? Parece-me que no Brasil esta pirâmide está virada ao contrário quando se trata da valorização do EDUCADOR.
Nos dias atuais, de altíssima competição e de um verdadeiro caos na política de empregos, de corrupção nas instituições principalmente públicas, de um país dividido, mas que não suporta mais a ganância e a corrupção e ainda sobre uma grande exclusão social… como conseguir despontar entre tanta concorrência? 
Existem três tipos de pessoas. São elas: 1.Fazem as coisas acontecerem. 2. Ficam observando o que acontece e 3. Ficam perguntando o que foi que aconteceuQual destes tipos é predominante em você? Você está fazendo as coisas acontecerem ou está esperando que tudo caia do céu? Ou pior ainda, que alguém faça por você?
verdadeiro talento faz acontecer. A distância entre o saber e o fazer é de um oceano. Muitos confundem ser competitivo com ser individualista, o que é um grande erro.
A cooperação traz novas e boas experiências para todos e os dois lados acabam sendo beneficiados. Não entre neste erro que diz: “Isto não é da minha área, não é da minha conta” ou“não sou pago para fazer isso” , sobre algo que até mesmo não seja de sua função….
Antes, pergunte para si mesmo:Como posso melhorar para meu semelhante? Seja ele meu cliente ou o colega que trabalha ao meu lado. Sim, todos na vida, de uma forma ou de outra temos clientes e nos relacionamos com pessoas.
86% de qualquer triunfo se deve a aptidão em relacionamento humano, isto é, atitude que você tem diante da vida.  Sabe o que isso significa?  Estudar é bom, aliás, é ótimo, mas também é preciso aprender a se expressar, a se comunicar com a vida, a ser mais motivado. Essa mentalidade faz toda diferença.
Estudar faz bem e nos faz sair de nossa acomodação, pois todos nós somos resistentes a mudanças porque elas nos obrigam a sair da mesmice, sair dos iguais e buscar novas chances, novas práticas. O mundo está cheio de oportunidades, porém o sucesso não vem até você, é você que tem que ir até ele. 
Não importa qual é o seu trabalho, tenha paixão em realizá-lo. O entusiasmo contagia, diminui o stress e nos torna mais criativos. O perigo é a desmotivação, pois esta, ao contrário do entusiasmo, contamina, é um perigo, é uma bomba relógio ao seu lado.
que eu quero dizer é que vivemos um mundo de escolhas. Você é o grande responsável por sua vida, escolhendo as atitudes que vai tomar e elegendo as suas consequências.
No meu livro “A arte de saber viver” eu disse que a vida não é uma coincidência e sim uma consequência das suas escolhas. Essa é uma daquelas verdades que a vida é a melhor professora que existe, ela verdadeiramente ensina.
Não adianta reclamar, é preciso estar ciente que suas decisões e suas ações determinam o seu futuro. Não adianta rezar, é preciso ir ao encontro de Deus. Parabéns a todos os educadores deste país que um dia ainda irá se transformar numa potência mundial pelos caminhos da educação.
Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

Publicidade

shadow


Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.