Dicas Práticasz-Posts

5 Dicas para preservar a fertilidade

Nos dias atuais, é cada vez mais comum que os casais adiem a gestação. Contudo, a partir dos 35 anos, é natural que tanto mulheres como homens tenham uma queda em sua capacidade fértil, o que pode comprometer o planejamento familiar. Embora este seja um processo natural da vida humana, não é um problema irreversível.

Nos dias atuais, é cada vez mais comum que os casais adiem a gestação. Contudo, a partir dos 35 anos, é natural que tanto mulheres como homens tenham uma queda em sua capacidade fértil, o que pode comprometer o planejamento familiar. Embora este seja um processo natural da vida humana, não é um problema irreversível.

Listamos abaixo algumas dicas para que você possa preservar a fertilidade por mais tempo, enquanto se dedica a outros setores de sua vida pessoal, familiar e/ou profissional.

O que fazer para preservar a fertilidade?

  1. Cultive hábitos saudáveis

A fertilidade está diretamente atrelada à saúde, e adotar hábitos saudáveis é uma das melhores formas de preservar a capacidade fértil. Há três pilares fundamentais para uma vida saudável:

  • Alimentação saudável: excesso de gorduras trans e alimentos processados interferem na qualidade dos óvulos. E contrapartida, frutas, verduras e legumes devem fazer parte de sua dieta diária;
  • Atividade física: pratique atividade física com moderação. Tanto o sedentarismo quanto o excesso de atividade física interferem na função hormonal e, em consequência, na fertilidade;
  • Qualidade do sono: a melatonina é responsável por regular a qualidade do sono e, por ser um agente antioxidante, também preserva a fertilidade pois garante a qualidade dos óvulos.
  1. Cuidado com o estresse

Altos níveis de estresse acarretam alterações hormonais, o que pode causar atrasos no ciclo menstrual ou até mesmo a ausência dele, conhecido como amenorreia. Algumas práticas, diárias ou semanais, podem auxiliar na diminuição do estresse, tais como:

  • Meditação: atividade relaxante e de autoconhecimento;
  • Yoga: ajuda a relaxar e na flexibilização do corpo;
  • Atividade física: produz serotonina e endorfina, causando a sensação de bem-estar;
  • Momentos de socialização com familiares e/ou amigos: melhora o humor, diminuindo assim o estresse.
  1. Atente-se aos sinais de seu corpo

Muitas vezes podemos verificar a qualidade de nossa saúde tirando alguns minutinhos para ouvir nosso corpo. Fique atenta a regularidade de seu ciclo menstrual, porque alterações hormonais se manifestam nele por meio de:

  • Aumento ou diminuição de ciclo menstrual;
  • Maior ou menor quantidade de fluxo menstrual;
  • Ausência de ciclo menstrual;
  • Cólicas severas.

Se você sentir essas alterações no decorrer dos meses, é hora de atentar-se à nossa próxima dica para preservar sua fertilidade.

  1. Consulte regularmente um ginecologista

É crucial que você tenha consultas de rotina, e não procure um médico apenas quando for necessário avaliar alguma situação específica de sua saúde ginecológica. Caso você tenha um bom estado clínico de saúde, é recomendado consultar um ginecologista ao menos uma vez ao ano. Se você tem acima de 30 anos, recomenda-se também avaliar a reserva ovariana anualmente.

  1. Considere o congelamento de óvulos e espermatozoides

O congelamento de óvulos, embriões, gametas e espermatozoides é recomendado para indivíduos ou casais que querem adiar o momento de gerar uma vida.

À semelhança dos tratamentos de fertilização in vitro realizados com óvulos e embriões frescos, as taxas de gravidez a partir de congelamentos são proporcionais e cientificamente seguras, sendo uma boa opção até mesmo para pacientes em tratamento oncológico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo