shadow

A ARTE DE SABER DELEGAR

 “As falhas cometidas por empresários e lideres na hora de delegar tarefas tem trazido grandes transtornos para as empresas”.

por Antonia Braz

Antes de delegar, certifique de sua autoridade

Um ponto primordial é certificar-se se a tarefa que será delegada é de sua responsabilidade e sua autoridade sobre quem vai executar. Quando toda a liderança começa a delegar e cada líder começa a dizer o que precisa ser feito de forma diferente, isto acabará deixando os funcionários confusos.

Saiba comunicar a tarefa a ser desenvolvida

O líder precisa entender que as pessoas processam as informações de maneira diferente e que algumas pessoas são auditivas, visual ou sinestésica. Portanto, ao passar uma tarefa, é importante usar os três sentidos que podem ser por escrito, verbal ou demonstrando como a tarefa deverá ser desenvolvida e para isto o líder precisa conhecer sua equipe.

Seja claro e objetivo

Ao delegar uma tarefa procure ser claro e objetivo com o funcionário dizendo:

O que precisa ser feito? Quem deverá realizar a tarefa? Como a tarefa dever ser realizada?
Em que prazo a tarefa deve ser concluída? Evite a famosa expressão “preciso disso para ontem”. Dizer desta forma fará com que você perca a autoridade porque ontem já passou e nem Deus pode concluir uma tarefa hoje para o dia de ontem. O líder precisa ter claro que o funcionário não consegue adivinhar o que se espera dele e quando isto acontece acaba provocando um grande transtorno na empresa, demissões e conflitos.

Seja participativo e atuante

É importante que o líder auxilie seus subordinados nos desempenho das funções. Este auxílio não significa que seja para realizar a tarefa delegada e sim orientar, motivar, contribuir com desenvolvimento e crescimento da equipe. Certifique que a tarefa está sendo desenvolvida ou foi concluída.

Não confunda delegar uma função com deixar a vontade

O líder não deve ser centralizador, mas precisa acompanhar e certificar-se que está tudo sobre controle e correndo conforme o esperando.Quando você faz o acompanhamento e corrige as falhas cometidas no início, isto contribuirá para evitar futuros problemas e transtornos.

*Antonia Braz é Palestrante, Especialista em Desenvolvimento Humano e Empresarial.


Autor

Avatar
Eijy Goto

Publicidade

shadow

Artigos Relacionaods



Comments

  1. Avatar

    Luis Lens    

    Não confunda delegar uma função com deixar a vontade, acho que definindo e indicando os POPs propios da rotina, podemos deixar a vontade o funcionario, assim ele podera processar estas informações y adequarlas a seu jeito. os resultados seram perceptiveis nos sistemas de controle o medição de resultados.
    delegar é fundamental, conseguir-o deve ser o objetivo.

Deixe uma resposta