shadow

A vontade de se tornar empreendedor tem crescido consideravelmente nos últimos tempos, mas, infelizmente, em alguns casos, esse desejo se opõe ao empenho que tal posição necessita. É preciso bem mais do que apenas desejo e coragem de investir. O fato é que hoje em dia muitos iniciam um negócio sem ter nenhuma convicção, apenas pela vontade de tentar algo novo. Alguns jovens, na ânsia de alcançar sucesso, tendo em mente exemplos de homens como Bill Gates ou Steve Jobs, até abandonam a faculdade para investir em projetos empreendedores. Isso pode não ter nada de errado, mas não deixa de ser um risco quando se trata de alguém que não está preparado para arcar com a responsabilidade que tal posição necessita.

Mesmo diante de todas as incertezas , que envolvem um empreendimento , e ainda a despeito das estatísticas, por que algumas pessoas resolvem empreender? Simples. O empreendedor tem uma visão diferente do risco que está correndo. Em primeiro lugar, ele não olha só o que tem a perder, mas, acima de tudo, o que tem a ganhar. São as possibilidades de ganho e os benefícios atrelados, como independência, autonomia ou propósito, que fazem a pessoa empreender. As possibilidades são bem maiores do que os prejuízos. Temos, portanto, dois elementos que explicam o fenômeno do risco: a probabilidade e o impacto.

O ato de empreender não é similar ao de apostar , pois as variáveis podem ser controladas e evitadas antes do início. As referências de sorte e azar são substituídas por prever ou não prever.

A chave para um sucesso ,com pouco risco é APRENDER ANTES PARA EMPREENDER  DEPOIS

Mario Braile

Business & Coach Executive

Publicidade

shadow

Artigos Relacionaods



Deixe uma resposta