shadow

por Carolina Cruz

Comunicar-se bem deixou de ser uma competência técnica para algumas atividades específicas para torna-se um diferencial competitivo em todas as áreas. “Não somos valorizados pelo que sabemos, mas pelo que fazemos com aquilo que sabemos”, garante Reinaldo Passadori, diretor do Instituto Reinaldo Passadori Comunicação Verbal.

O problema é que o sistema educacional não prepara as pessoas para se comunicarem eficientemente, formando profissionais despreparados e, sobretudo, receosos para falar em público. “Hoje, quem não comunica, dança”, compara.

E não é somente numa palestra que a arte de falar bem se mostra importante, mas a todo o momento da vida profissional é exigida esta habilidade. Em reuniões, negociações, em vendas, entrevistas, treinamentos, debates, atendimento, network e relacionamentos são exemplos de situações aonde uma boa comunicação é necessária.

Ela ainda se coloca como aliada para fazer-se entender, persuadir, convencer, ensinar, motivar, liderar e seduzir. Passadori explica que aprimorando essa capacidade o profissional pode:

• Usar e valorizar todo seu potencial;
• Realizar-se como pessoa e profissional;
• Mostrar-se ao mundo como realmente é;
• E sentir-se bem com ele mesmo.

Na verdade, os problemas de comunicação não são grandes, mas pequenas falhas que atrapalham todo o processo. São defeitos como: velocidade, “tiques” e postura. A comunicação eficiente engloba as cinco dimensões: emocional, intelectual, espiritual, corporal e vocal.

Na dimensão Emocional são fatores que impulsionam a Comunicação: auto-estima, coragem, autocontrole, entusiasmo, empatia e flexibilidade.

Na área Intelectual: a retórica, planejamento, preparação, gramática e memorização.

Na área Vocal: tonalidade, pausa, musicalidade e timbre.

Na área Corporal: aparência e gestos.

E por fim, fatores que contribuem na comunicação no âmbito Espiritual: ética, valores, missão, consciência, responsabilidade social e visão de futuro.

Mudanças na comunicação exigem esforço, mas trazem muitas recompensas. “É impossível haver progresso sem mudanças, e quem não consegue mudar a si mesmo, não muda nada”, provoca Passadori.

Carolina Cruz
Fonte: Palestra “O poder e a habilidade da comunicação: como e porque a comunicação é um diferencial competitivo”, ministrada por Reinaldo Passadori no 12º Fórum RH do IBAP.

 

 

Autor

Avatar
Eijy Goto

Publicidade

shadow

Artigos Relacionaods



Deixe uma resposta