O MAIS COMPLETO PORTAL DO BRASIL PARA EMPREENDEDORES

Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes em teu próprio entendimento

2016 foi o ano do impeachment da Dilma. Entendo esse impeachment como o resultado da corrupção petista generalizada. Como disse uma parlamentar, à época, “o que está acontecendo em Brasília não é golpe, é justiça”.
Vou partir deste princípio: Se o impeachment da Dilma foi um ato puramente humano, feito a ferro e fogo na força do nosso braço, então, evidentemente, não foi um ato perfeito, e pode ensejar críticas (até certo ponto) justificadas. Porém, se, ao contrário, a derrocada do PT naquele ano de 2016 (confirmada depois nas eleições nacionais de 2018) foi verdadeiramente um ato de justiça divina, que é plenamente justa e perfeita, não podemos nem devemos ser contra ela, “para que não sejamos havidos por estarmos combatendo contra Deus”!…
Precisamos ter em mente que, repito, se aquela obra foi de Deus, a tomada de poder pelo PT agora em 2022 não altera nada os planos divinos. Em absoluto! Ao contrário: Até isso está ‘dentro do script’…
“Bem sei eu que tudo podes, e nenhum de teus pensamentos pode ser impedido”, disse Jó ao Senhor, numa declaração na qual eu também creio e endosso…
2023. Interessante que o ano em que um novo presidente, e novos senadores, deputados e governadores seriam empossados, completou-se 7 anos da saída do PT da presidência. Não sou místico, nem nada, mas, considerando-se que um período de 7 anos é biblicamente muito significativo, penso que há, aí, um recado do céu.
Não posso negar! Todo esse conjunto de coisas me fazia crer solenemente que Bolsonaro ganharia novamente as eleições. Porém, na sua palavra, Deus nos ensina:
“Os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.”
E Salomão corrobora e refina o ensinamento, dizendo:
“Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes em teu próprio entendimento” (se estribar significa ‘se apoiar’, ‘se fundamentar’).
Portanto, volto ao meu ponto inicial. Se a derrota do PT em 2016 e 2018 foi uma obra de homens, com certeza pode ser desfeita, mas se foi de Deus, não tem como ela dar errado, porque:
“Os desígnios do Senhor permanecem para sempre; os intentos de seu coração, de geração em geração”.
Será que o homem prevaleceria sobre Deus? De modo algum! “Pois não há sabedoria, nem inteligência, nem conselho contra o Senhor”!…
Afinal, o próprio Jesus disse que ninguém começa uma obra sem primeiramente avaliar se tem condições de completá-la. Por que ele ensinaria de um jeito e agiria de modo oposto? Por que ele começaria uma obra e deixaria qualquer um desfazê-la?…
Isso, definitivamente, não cabe na minha cabeça!
Posso até não entender muitas coisas, mas eu sei perfeitamente e creio fielmente que “aquele que começou a boa obra” (toda e qualquer boa obra) é fiel e poderoso para aperfeiçoá-la e completá-la…
Sendo assim, continuarei acreditando e tendo por certo isto mesmo: “que aquele que em nós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo”. Esta fé e confiança em Deus não admite controvérsias nem disputas, internas ou externas.
Portanto, se Deus começou lá atrás uma obra em nossa nação, continuarei crendo nos seus planos para o Brasil, independentemente de quem ele permitiu chegar à presidência. E creio que ele é suficientemente poderoso e sapiente para aperfeiçoar sua obra, mesmo com a esquerda no poder!
Eu creio que a obra que Deus começou há anos atrás, não termina aqui, assim. Até porque, como já mostrei na própria bíblia, Deus não deixa nada pela metade. Só que sua obra não está limitada aos nossos pensamentos e ao nosso entendimento, que são infinitamente inferiores aos de Deus!
Confiar, portanto, é a palavra-chave!
“Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes em teu próprio entendimento
Marcelo Moreira

Administrador de Empresas