shadow

“Não importa a sua profissão ou formação… O caminho de vendas poderá torná-lo um vencedor”. Gilclér Regina.

Um jovem iniciou o trabalho de vendas e alguns dias depois foi participar da Convenção anual de Vendas de sua empresa.

O presidente da empresa iniciou falando que ali estavam os grandes profissionais de vendas, cerca de 1000 pessoas. O jovem pensou: “Nossa, ele não me conhece”.

Então o presidente perguntou: “Quem aqui nunca fez uma venda?”. E ninguém se manifestou, muito menos o rapaz estreante. “Eu não disse? Estou na frente de grandes profissionais”, emendou o presidente.

E novamente o presidente falou: “Contudo, talvez você esteja pensando: Por que alguns vendem mais e outros vendem menos?”. E o jovem disse a si mesmo: “Puxa, ele leu meu pensamento. Era isso que eu queria saber”.

E lá vem o presidente: “As estatísticas indicam que fazemos 15 contatos em média para fechar uma venda. Cada um tem um histórico diferente”. O rapaz pensou: “Sem dúvida, eu sou o lanterninha desse pessoal”.

E o presidente ainda disse: “Isso significa que quando vocês saem para vender, devem esperar receber 15 “NÃOS” antes de chegar o “SIM”“. Pois o “NÃO” faz parte do “SIM”.

E o rapaz pensou: “Nossa, nunca pensei nisso! O NÃO faz parte do SIM”.

E o presidente emendou: “Portanto, daqui para frente, quando vocês ouvirem um “NÃO”, alegrem-se, pois estarão mais próximos do “SIM”“.

A razão por que alguns vendem menos é que logo de manhã quando recebem dois “NÃOS” dizem: “Hoje o dia não está bom para vendas”. À tarde ouvem mais dois “NÃOS” e chegam em casa falando para a esposa: “Hoje, o dia foi péssimo”.

O grande equívoco é que quando chega o dia do “SIM” logo pensam que a vida virou e irão ter uma sequência do “SIM”. Ledo engano. É preciso subir a escada novamente.

A pergunta que se faz é: Quem controla o “SIM”, é o vendedor ou o cliente? Resposta: É o vendedor. Pois ao dar uma sequência maior de visitas, chegará mais rápido ao “SIM”.

A palestra acabou. O rapaz voltou renovado em suas esperanças. Resultado: De alguém que nunca havia feito uma venda, no mês seguinte bateu todas as metas de vendas. Mais tarde foi o Campeão de Vendas Regional e no ano seguinte subiu ao palco na Convenção Anual de Vendas para receber o prêmio de Campeão Nacional de Vendas.

A maior lição que levamos é que quando ajudamos os outros a obterem o que querem, eles nos ajudam a obter o que nós mais queremos. Afinal, a vida é um bumerangue. Ela vai dar a você rigorosamente o que você der a ela.

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

Autor

Avatar
Eijy Goto

Publicidade

shadow

Artigos Relacionaods



Deixe uma resposta