shadow

Era uma vez um gerente jurídico de uma empresa neste Brasil varonil.

Ele se considerava um bom gerente, cumprimentava a todos e tratava a equipe com urbanidade e respeito.

Tinha oportunidades de estar junto a direção da empresa e sempre relatava os casos jurídicos mais importantes.

No seu trabalho diário, lidava com escritórios terceirizados e deles cobrava um trabalho impecável em relação a prazos e relatórios.

E o tempo passou…

Um dia foi demitido e não entendeu o porque… Era uma boa pessoa, tinha bom relacionamento com a direção e ainda era duro com os terceirizados…

Mas, esqueceu que apenas tratar bem as pessoas – que é um dever importante – devemos cobrar as pessoas nas suas tarefas.

Esqueceu que com a direção devemos falar a língua deles, então, falar de ações judiciais é nulo, devemos falar de negócios, oportunidades e soluções.

Esqueceu que o escritório terceirizado deve ser um parceiro e mais do que apenas relatórios, deve produzir técnicas e novidades juntos ao direito, se traduzindo em resultados práticos de ganho de ações e/ou ganho de melhoria dos processos internos.

Enfim,

Esqueceu de aprender que o direito existe para o judiciário, mas dentro do departamento jurídico o que existe é a relação do cliente com a empresa e/ou Estado, cumulada com decisões judiciais e resultados de menor impacto ao negócio da empresa.

#EmQueLadoVocêEstá?

____________________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha

GustavoRocha.com – Gestão e Tecnologia Estratégicas

Celular/WhatsApp/Facebook Messenger: (51) 8163.3333

Contato Integrado: [email protected] [Email, Gtalk/HangOut, Twitter, LinkedIn, Facebook, Instagram, Youtube]

Web: http://www.gustavorocha.com

Autor

Avatar
Eijy Goto

Publicidade

shadow

Artigos Relacionaods



Deixe uma resposta