shadow

* por Tom Coelho

“Aproveite bem as pequenas coisas.

Algum dia você vai saber que elas eram grandes.”

(Robert Brault)

No dia 17 de fevereiro de 2005 recebi um e-mail de Cesar Foffá, publisher da Folha de Alphaville. Ele comentava que vinha acompanhando meus artigos por indicação de um amigo e, por apreciar o conteúdo dos mesmos, decidiu convidar-me para integrar sua equipe de colunistas.

Claro que aceitei prontamente! O primeiro texto, intitulado “Diálogos externos e internos” (você poderá lê-lo em http://vejatom.com/artigo68), foi publicado naquele periódico no dia 18 de março, ou seja, há dez anos…

Naquela ocasião, eu iniciava uma nova trajetória profissional, deixando o setor industrial para atuar em educação corporativa. Enquanto escritor, havia publicado 67 artigos. Como palestrante, havia realizado 50 apresentações, mais da metade delas de forma gratuita, em busca de divulgar minha imagem e meu trabalho.

Hoje, uma década depois, redigir este texto representou um momento singular para reflexão. Foram 265 artigos e oito livros publicados, além de 617 palestras para um público presencial superior a 110 mil pessoas. Meus filhos tornaram-se universitários, casei-me novamente e tive uma nova filha, hoje com cinco anos. Meus cabelos rarearam, a barba começa a ficar branca e tive que voltar a usar óculos. Continuo atuando em diversas entidades e associações, interagindo com muita gente – boa e ruim – e conhecendo cada vez com mais profundidade e sensibilidade os problemas que afetam empresas, pessoas e nosso país.

Nesta ocasião, gostaria de compartilhar com você apenas três breves lições. Primeiro, sobre a importância de registrar fatos, guardar memórias e revivê-las no momento certo, sem apego, mas com o devido respeito. Assim, reler a mensagem enviada pelo meu amigo Cesar Foffá, devidamente arquivada em meu computador, é fazer uma viagem no tempo e resgatar no presente o mesmo entusiasmo e alegria do convite feito dez anos atrás.

Segundo, tenha cuidado com o que você fala ou escreve, pois nos tempos atuais, o alcance de um comentário, uma imagem ou um comportamento, tem abrangência incalculável, impactando positiva ou negativamente sua reputação, que é construída tijolo por tijolo, mas que pode ser demolida numa fração de segundos.

Finalmente, aprecie as conquistas. De vez em quando, pare tudo o que estiver fazendo e olhe para trás. Não pelo saudosismo ou para interromper sua trajetória, mas simplesmente para observar o quanto você já progrediu em sua caminhada. Como disse o filósofo dinamarquês Søren Kierkegaard, “A vida só pode ser compreendida olhando-se para trás; mas só pode ser vivida olhando-se para frente”.

A todos os veículos, jornalistas e leitores, minha gratidão pelos anos transcorridos – e pelos próximos que ainda virão…

* Tom Coelho é educador, palestrante em gestão de pessoas e negócios, escritor com artigos publicados em 17 países e autor de oito livros. E-mail: tomcoelho@tomcoelho.com.br. Visite: www.tomcoelho.com.br e www.setevidas.com.br.

 

Texto para Facebook e Google

Há dez anos fui convidado a integrar o quadro de colunistas da Folha de Alphaville. À época, eu iniciava uma nova trajetória profissional, deixando o setor industrial para atuar em educação corporativa. Após uma década, 265 artigos e oito livros publicados, além de 617 palestras proferidas para um público presencial superior a 110 mil pessoas, é uma experiência singular escrever este texto. Neste período, meus filhos tornaram-se universitários, casei-me novamente e tive uma nova filha. Meus cabelos rarearam, a barba começa a ficar branca e voltei a usar óculos. Continuo atuando em entidades e associações, interagindo com muita gente – boa e ruim – e conhecendo cada vez com mais profundidade e sensibilidade os problemas que afetam empresas, pessoas e nosso país.

Nesta ocasião, gostaria de compartilhar com você apenas três breves lições. Elas falam sobre a importância de registrar fatos, guardar memórias e revivê-las no momento certo, sem apego, mas com o devido respeito; ter cuidado com o que se fala ou escreve, pois a reputação é construída tijolo por tijolo, mas pode ser demolida numa fração de segundos; e aprender a apreciar as conquistas.

Leia “Dez anos de gratidão”: http://vejatom.com/artigo265. 

 

Texto para Linkedin

Há dez anos fui convidado a integrar o quadro de colunistas da Folha de Alphaville. Desde então, 265 artigos e oito livros foram publicados, além 617 palestras proferidas. Meus filhos tornaram-se universitários, casei-me novamente e tive uma nova filha. Meus cabelos rarearam, a barba começa a ficar branca e voltei a usar óculos. Continuo atuando em entidades e associações, interagindo com muita gente – boa e ruim – e conhecendo cada vez com mais profundidade e sensibilidade os problemas que afetam empresas, pessoas e nosso país.

Nesta ocasião, gostaria de compartilhar com você apenas três breves lições. Elas falam sobre a importância de registrar fatos, guardar memórias e revivê-las no momento certo, sem apego, mas com o devido respeito; ter cuidado com o que se fala ou escreve, pois a reputação é construída tijolo por tijolo, mas pode ser demolida numa fração de segundos; e aprender a apreciar as conquistas.

Leia “Dez anos de gratidão”: http://vejatom.com/artigo265.

Texto para Twitter

Uma mensagem de agradecimento e reflexão pelos meus dez anos como colunista do jornal Folha de Alphaville. http://vejatom.com/artigo265

 

Frase 

“Sua reputação é construída tijolo por tijolo, mas pode ser demolida numa fração de segundos.” (Tom Coelho)

“De vez em quando, pare tudo o que estiver fazendo e olhe para trás. Não pelo saudosismo mas para observar o quanto você já progrediu em sua caminhada.” (Tom Coelho)

Publicidade

shadow


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.