O MAIS COMPLETO PORTAL DO BRASIL PARA EMPREENDEDORES

Interdependência

Inicio este artigo com um texto que retirei do perfil de uma amiga – Cris Vedoy – no Facebook:

O nó-sem-fim é um símbolo budista que tem diversas interpretações, uma delas é a da interdependência.

“Interdependência é um conceito que rege as relações entre os indivíduos onde, um único indivíduo é capaz de, através de seus atos, causar efeitos, positivos e/ou negativos, em toda a sociedade. Ao mesmo tempo, esse mesmo indivíduo, por sua vez, é influenciado pelo todo. Com isso, é possível dizer que todas as pessoas e coisas que rodeiam a vida dos seres humanos estão interligadas e afetam a vida de todos de forma significativa.

Ao pensar no imenso impacto que pequenas gestos podem causar, chega-se à conclusão de que cada pequeno ato é importante. Essa é a relação de interdependência: a consciência de que o todo depende de um único indivíduo. E cada indivíduo depende do todo para existir.”

Apesar de ser um texto que cabe perfeitamente no meu blog pessoal pelo seu conteúdo – http://www.blogdogustavorocha.com.br/ – faço uma reflexão deste conteúdo de interdependência no universo empresarial.

Se a última frase do texto fosse amplamente utilizada no universo empresarial, teríamos muitos problemas a menos.

Essa é a relação de interdependência: a consciência de que o todo depende de um único indivíduo. E cada indivíduo depende do todo para existir.

Você já parou para pensar que esta é uma verdade em qualquer empresa, em qualquer cargo, função?

Na parte prática: Como você age em relação ao seu trabalho?

(  ) Sabe de cor e salteado;

(  ) Faz tudo igual todos os dias;

(  ) É o chefe, então, não tem tempo pra nada;

(  ) Apenas faz o que precisa ser feito e pronto;

(  ) Todas alternativas anteriores;

Ora, em fato, nenhuma das alternativas anteriores… Falta algo fundamental nestas opções: Nenhuma deles leva a pensar sobre o todo da empresa, todas se referem a trabalhos únicos, isolados. Se você faz apenas o seu trabalho e esquece todo o resto, esquece o princípio da interdependência.

O seu trabalho é importante, não há dúvida. Agora, ele sozinho não é a empresa em si. Ele é parte do negócio e não o negócio. Mesmo você que é sócio, dono, proprietário, sócio majoritário, manda chuva, o gostosão que a pátria chora: Mesmo você, sozinho, não é a empresa.

A empresa é o conjunto de pessoas em prol de um objetivo comum, enquanto cada um dentro da empresa tem suas tarefas individuais em prol deste objetivo comum.

Todos são dependentes. São únicos, mas dependentes. Todos são interdependentes, independente do departamento que atua.

Se você não vê desta forma, sua empresa terá inúmeros problemas de comunicação, gestão e principalmente de retenção de talentos. As pessoas são motivadas por aquilo que fazem, mas devem compreender o porque de fazê-lo. Quando um falta, ninguém substitui? Ninguém sabe como fazer o trabalho? Ninguém está nem aí? E o coleguismo? A a interdependência, como fica?

Pois é… A empresa é uma só, cada funcionário é um só, com seu talento, característica, caráter e função. Agora, todos são responsáveis pelo sucesso ou fracasso do objetivo/escopo/ideal da empresa.

Interdependência… No budismo, na vida ou na sua empresa tem o mesmo significado: Somos um, somos vários, somos todos necessários!

______________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha – Diretor da Consultoria GestaoAdvBr
www.gestao.adv.br  |  gustavo@gestao.adv.br