z-Posts

O PAPEL DAS EMBALAGENS NOS PRODUTOS

por Dalva Santana – 

As embalagens assumiram um papel fundamental nas questões estratégicas das empresas, inclusive de reposicionamento de produto no mercado. A função da embalagem não é apenas mais conter ou proteger o produto, mas, sim de: refinar, exibir e preservar o produto.

A embalagem é a roupa do produto. O mesmo deve chegar ao consumidor final muito bem apresentado. Há também a questão que a embalagem deve ser segura quando se tratar do manuseio no ponto de consumo.

A embalagem também contribui para o reposicionamento de um produto no mercado. Muitas vezes, uma empresa pode recorrer a esta ferramenta como um redirecionador de seu produto. De que maneira? Se a embalagem é a roupa do produto, então se pode perfeitamente trocar a mesma através de uma estilização da embalagem agregando mais valor ao produto. Isso pode justificar uma alteração de preços para aquelas empresas que gostariam de redirecionar sua distribuição agregando mais valor através da embalagem. É um trunfo muito importante para o merchandising a boa utilização de uma embalagem.

As empresas estão utilizando esta ferramenta através da personalização de suas embalagens ao longo do processo industrial, várias já investiram em embalagens próprias e até mesmo naquelas de fácil descarte já pensando na questão ambiental. Têm-se exemplos de empresas que chegaram a aumentar seu faturamento até 20% em um certo produto do portfólio com a estilização da embalagem.

Recentemente, uma empresa de São Paulo, chamada Embaquim criou uma embalagem desenvolvida de sebo para exportação, a mesma tem capacidade para armazenar 24.000kg de produto, possui 4,5 m de largura e 7.5 m de comprimento e construção em polietileno linear.

Segundo Ronaldo Canteiro, presidente da Embaquim, embora o mercado de sebo, produto essencial para a fabricação de sabonetes, esteja com o preço baixo para o produtor, ele tem um potencial significativo no exterior. “Hoje o sebo chegou a ser usado em caldeiras para queima, mas com a questão da febre aftosa, apostamos que ele se torne um item muito mais exportável e importante para o frigorífico em termos de preço.”(Jornal Newslog, 24.10.2005)

Os investimentos neste setor não param devido ao retorno que as embalagens trazem aos negócios das empresas. O exemplo acima reafirma a importância das embalagens, da busca de novas tecnologias na criação de novas embalagens a partir de resíduos que a principio são descartáveis, porém, que podem muito bem ser reaproveitados e agregar valor na cadeia e no caso acima, aos frigoríficos.

As embalagens se tornaram fundamentais na agregação de valor para as empresas.

Dalva Santana
Consultora Empresarial
Prof. Do Centro Tecnológico Ulbra FAE – Faculdades equipe Projeto ECO-FAE
Agenda21@radioequipe.com.br
dalva.santanna@terra.com.br

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo