O MAIS COMPLETO PORTAL DO BRASIL PARA EMPREENDEDORES

REVISANDO OS PROCESSOS DE CONQUISTA NOS NEGÓCIOS E EMPREENDIMENTOS

por Sérgio Dal Sasso

Reanalisando o aprendizado…

Não adianta colecionar cursos e preencher as paredes do escritório. Para se obter resultado dentro do aprendizado é necessário criar uma escola que lhe atenda 24 horas por dia, que seja itinerante, virtual e dinâmica entre teoria e pratica. Existe uma única possibilidade para o enriquecimento continuado e está na sua capacidade de formar grupos permanentes de troca de informações. Quanto mais próximo você conseguir estar com as pessoas de interesse, maior será a sua capacidade de aprender coisas novas. O fator fundamental para se obter sucesso na arte da troca é a capacidade de se mostrar útil, pois este valor será o acumulativo de créditos para que lhe aceitem como competência e assim tenham interesse em apóia-lo na mesma moeda e qualidade quando da solicitação das suas necessidades. Não se esqueça que na escola do aprendizado, quando não estamos precisando de nada é porque temos algo para oferecer. É assim que o mundo que dá certo funciona e será assim que este Pais terá um crescimento maduro e socialmente responsável.

Revendo os objetivos…

Entenda que um projeto acontece quando é recheado de qualidade e que tal situação somente ocorre quando destinamos concentração e dedicação ao que fazemos. Sua atitude deve andar junto com a capacidade de criar, pois está na criação a possibilidade de inovar para ter a sua parte na estrada principal da vida.
Não se esqueça que nada vem fácil, sua jornada será alcançada após exaustivos planos e testes, erros e acertos, vivência, experiência, um grande, mais muito grande “saco” para agüentar, enquanto as coisas não estiverem retornando com o “dindim” esperado. É muito interessante observar que persistir por uma busca é conseguir transpor obstáculos dentro de uma caminhada seletiva, ou simplesmente conseguir chegar aonde poucos chegam.

Reforçando o acompanhamento…

Trabalhar com visão no futuro, antes de qualquer coisa é reservar um espaço diário para analisar e verificar o que aconteceu com as propostas do dia anterior. Quanto menor for o espaço criado entre o que se pretende com o que se faz, melhor será a sua capacidade de revisar com eficiência e a tempo, para redirecionar e ajustar sua operação. Nunca haverá sucesso para aqueles que gostam de sonhar, porém não aceitam controlar.

Valorizando a equipe…

Quanto maior for a capacidade de troca entre os membros do grupo, melhor será a resposta do mercado alvo do seu negocio. Esta é a única equação razoável para se medir o resultado e qualidade do capital humano que nos rodeia. A comunicabilidade empresarial é dependente do nível do conhecimento e comprometimento das causas necessárias ao êxito do negocio. A sua plataforma de trabalho deve ser horizontal, homogênea, atuante e conhecedora do mercado. Um terceiro ponto será o responsável para medir o seu sucesso e estará condicionado a distancia que sua organização possui dos acontecimentos externos dependentes para o processamento das ações. Será que seu faxineiro tem autonomia e conhecimento para reformular o processo de limpeza através da analise própria do como e porque fazer melhor?

Promovendo lideranças…

Uma organização de ponta tem seus valores observados pela comunidade que representa. O líder se destaca pelo índice de representatividade e entendimento da sua parte processo, responsável pelo resultado do grupo. A quantidade de comandados nunca será mais importante do que a qualidade dos admiradores observada quando da medição mercadológica da sua supremacia. Desta forma o numero de lideres produzidos representará o grau de sustentabilidade das suas atividades, garantindo também um índice superior de renovação a serem feitos por quem vivencia o que projeta.

Formando sua concorrência…

Sua equipe trabalha com a mesma intensidade dos seus sonhos. Se seus objetivos forem ilimitados deverá construir uma visão equivalente para o grupo, ou seja, o resultado sempre deverá ser proporcional a apropriação dos feitos. Uma sociedade bem sucedida não se limita aos seus fundadores, assim o resultado final do esforço deve conduzir a uma expansão profissional de equivalência monetária e não monetária. Crie um plano de carreira que acompanhe sua visão de crescimento do negócio, ou seja, demonstre claramente o horizonte possível para os seus colaboradores, para que produzam com objetivos próximos aos seus, dentro de uma visão de curto, médio e longo prazo. O maior presente de uma organização competente é quando forma seus próprios concorrentes.

Criando o algo mais…

Auto-escola para pessoas com medo de dirigir? Lojas itinerantes? De uma forma ou de outra se manter no mercado exige um tempero apimentado combinando muita pesquisa e criatividade pela busca de nichos que agreguem resultados. O que se espera para que sua atividade continue despertando interesses para ser consumida? Saiba ser tecnologicamente competente, e isso significa dispor de potencial humano para abusar dos recursos instalados, sendo esse será o real encanto de um negócio bem sucedido, capaz de integrar e criar vínculos, em todos os níveis do fluxo do negócio, fazendo com que as peças de ligação sejam realmente formadas de clientes que trabalham para clientes, estejam no fornecimento, na produção ou no mercado, todos devem somar para validar o seu certificado de competência. A grande equação sempre será um conjunto que desenvolva e entenda de estratégias cujas ações sejam praticadas no tempo certo e com menor risco possível.

Ser um eterno cliente…

Adaptar-se ao mundo, estar em dia com a moda, com a tendência e saber combinar tudo com uma linguagem do passado, do presente e do futuro. Seja lá qual for a sua atividade, esteja preparado para acompanhar o ritmo das transformações sociais, hábitos e costumes, porém saiba faze-lo sem interferir no processo de comunicação habitual das diferentes formas aceitas pelo consumidor. Nas ações virtuais, no telefone, no fax, pessoalmente, tudo deve estar preparado para que a atuação humana possa ser percebida e valorizada frente à prestação e solução do pior problema existente.

Lembre-se do diferencial do Seu José, o padeiro da esquina. Sim, o velho seu José, que vende o pãozinho a R$ 0,30 contra os R$ 0,22 oferecido pelas grandes redes de supermercado e que mesmo assim consegue retê-lo como cliente. O produto do Seu José é tão bom quanto o do concorrente, mas o concorrente não o conhece pelo nome, não fica escutando a suas “fantásticas historias”, e nunca conseguirá substituir aquela sensação de “estar em casa”, ao lado de uma cervejinha, assistindo a um bom futebol.

Lembre-se da velha frase: Quando precisei não tive ninguém… e defina o tamanho do cliente que você quer ter, ajudando-o quando ninguém mais aposta nele. Que tal lembrar um pouco da política da principal rede de eletrodoméstico do Pais. Que tal você visitá-la para ver que a coisa funciona e que neste ano pretendem abrir mais 80 lojinhas e três centros de distribuição, a serem pagos com a metade do lucrinho do ano passado.

Sofisticando a técnica…

Alguém parou em um restaurante na beira da estrada. Seu objetivo era o de forrar o estomago com algum salgadinho, tomar um café e utilizar o banheiro para necessidades fisiológicas.

Hora do almoço, parou no balcão, fez o pedido por um cafezinho e uma coxinha. O garçom, que não era o dono, acrescentou: O senhor já experimentou nosso almoço? E ciente da negativa, respondeu: Aqui fazemos a melhor comida caseira da região, vale a pena experimentar. E Convenceu!

Sentando à mesa, veio o cardápio e por estar com outra pessoa, solicitou dois pratos do menu. Um novo garçom sugeriu: Senhor, não existe necessidade de dois pratos, pois as porções são bem servidas. Tinha-se um problema, um queria frango e outro carne de boi. E o sábio trabalhador imediatamente trouxe a solução, meio a meio para satisfazer os dois.

Enquanto aguardavam o prato principal, veio um caldo, um caldo de milho e logo preocupados questionaram. Garçom! Não pedimos este prato? E o servidor amigo respondeu: Senhor, este é por conta da casa, trata-se de uma especialidade e assim quando os senhores passarem por aqui novamente, em um dia mais frio, saberão o que pedir.

Não precisava de mais nada, veio o prato principal, correto como deve ser. Terminaram e “embasbacados” pediram a conta, que junto com as balas, veio encaminhada diretamente pelo proprietário, que com um sorriso natural, logo perguntou: Os senhores ficaram satisfeitos? Alguma sugestão para que melhoremos nossos serviços?

E hoje até teria uma resposta: Tudo que você aprende, só tem sentido quando aplica. O tamanho do seu negocio estará sempre na dependência do preciosismo e amor dedicado permanentemente na sua construção.

Sérgio Dal Sasso, palestras de conteúdo, gestão de negócios.
www.sergiodalsasso.com.br