shadow

O desemprego já atinge milhões de pessoas no Brasil. Mas a crise, causadora do desemprego, não é nenhuma novidade. De tempos em tempos tem sido a norma da casa (Brasil).

Ouve-se nas esquinas e nos bares: “A crise está afetando a todos”. E estes “argumentos” justificam a morte de novas ideias, a falta de novos projetos, serviços e mesmo produtos.

Porém, desde que o mundo é mundo, convivemos com crises. E elas são igual a onda do mar, vão e vêm com a mesma volúpia.

O que fazer? Se você ficou desempregado, o primeiro passo é manter a rotina que tinha quando estava trabalhando. Levantar de manhã, tomar banho, se arrumar, tomar café e ir para a luta. Se ficar em casa, prospectando pela Internet, não vá ficar como se estivesse “relaxado” num final de semana.

Mantenha o equilíbrio. Tenha em mente que todo problema gera uma oportunidade. Não perca a fé. Mude a mentalidade, não importa a idade. E vá se preparar.

A vontade de se preparar deve ser maior que a vontade de vencer. Neste caso, vencer será apenas uma consequência.

Não fique panfletando seu currículo e tampouco vai adiantar ficar ansioso. Importante é criar ou manter uma boa base de relacionamentos, uma rede de contatos e saber usar as mídias sociais a seu favor.

Há quem crie uma Startup que irá resolver o problema dos outros. Há quem se descobre empreendedor e acaba construindo um negócio. O importante é não desanimar e manter o foco.

Aprendemos no Brasil, muitas vezes, infelizmente, por caminhos difíceis, que em uma gestão pública desajustada, cria-se uma dificuldade para vender uma facilidade.

Vamos olhar o outro lado, o empreendedorismo de muitos jovens e sejam velhos jovens ou velhos jovens, que criam um aplicativo para resolver problemas e criar um novo hábito.

Neste caminho, o UBER acabou desempregando milhares de taxistas no mundo. Há um aplicativo hoje na China que está quebrando financeiras e a continuar assim, quebrarão bancos.

O mundo está mudando como sempre mudou, mas a cada segundo que passa, mais rápido, mais rápido… a BMW anunciou que a partir de 2025 não produzirá mais carros que utilizem combustíveis fósseis. A Toyota está indicando ir pelo mesmo caminho. Haverá o dia que ninguém mais irá brigar pela Petrobrás a não ser que ela mude de ramo.

Voltemos ao mundo atual do desemprego de milhares. A crise é um ambiente perfeito para pessoas determinadas, destemidas, que não desanimam diante das adversidades e desejam mudar de vida.

O desemprego de muita gente foi a mola propulsora, o trampolim para a criação de um grande negócio.  A dificuldade que para uns é a muleta para a desistência para outros cria uma energia muito forte e acaba gerando mecanismos de mudança.

Tem gente vencendo nos piores momentos da economia e tem gente fracassando nos melhores momentos da mesma economia.  Assim é que hoje no mundo, pessoas e empresas estão vencendo nas piores cidades dos piores países e outros estão fracassando nas melhores cidades dos melhores países.

Que cada um saiba prospectar as chances que tem para sua carreira, seu negócio, sua vida, sejam elas maiores ou menores, o importante é ser protagonista daquela que te apareceu.

E para tanto é preciso dar o seu melhor. Tenha objetivos e metas. E quando se tratar de metas, seja seta e não alvo, isto é, corra na frente.  Não venha com plano B ou plano C. Dê o seu melhor e vá em frente.

Vença o desemprego. Vença a crise. Comece por você!

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

·         Gilclér Regina é Escritor e Palestrante Profissional

Uma pessoa simples que se transformou num dos mais reconhecidos Conferencistas do país, com atuações também no exterior.

www.gilclerregina.com.br 

www.facebook.com/gilcler

+55 44-3041-7150

Publicidade

shadow


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.